Logo
"SEM ESCRIVÃO A POLÍCIA PARA"
NOTÍCIAS
11/02/2015 - Delegado geral se reúne com AEPESP
Delegado geral se reúne com AEPESP

Delegado geral se reúne com AEPESP

Novo Delegado Geral Youssef Abou Chahin recebe diretores da AEPESP

No dia 10 de fevereiro, o presidente da Associação dos Escrivães de Polícia do Estado de São Paulo, Horácio Garcia, assistido pelo diretor do Conselho Consultivo da AEPESP, Celso Aparecido de Arruda, foi recebido para uma audiência com o Excelentíssimo De legado Geral de Policia Youssef Abou Chahin, anunciado novo Delegado Geral de Polícia do Estado de São Paulo no dia 05 de janeiro. Youssef Abou Chahin, tem 51 anos e ingressou na Polícia Civil na carreira de delegado em 1988, tendo sido promovido a delegado Classe Especial em setembro de 2005.

Foi delegado do Grupo Antissequestros, do GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), do GOE (Grupo de Operações Especiais) e do GER (Grupo Especial de Resgate). Promovido à Classe Especial, foi diretor do DEIC (Departamento Estadual de Investigação Criminal), entre 2007 e 2009 e diretor do DEMACRO (Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo), entre 2011 e 2013. Desde janeiro de 2013, atuava como diretor do DPPC (Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania) e agora chega com toda determinação a De legacia Geral do Estado de São Paulo.

“O Governador me escolheu pelo meu cunho operacional. Entendo bastante de legislação, sempre fui um defensor árduo dos nossos direitos e sei que devemos motivar o nosso pessoal, fazer vestir a camisa e isso eu vou fazer”.

Além de esta ser a primeira audiência com o De legado Geral, era a oportunidade que o presidente da AEPESP precisava para falar sobre as reivindicações e avanços que o Escrivanato Paulista já vinha alcan- çado por meio de intermédio do Dr. Blazeck.

Com as mudanças, a preocupação se referia as conquistas que a entidade obteve ao longo destes dois anos com a DGP e se seriam desperdiçados. E quanto os planos sugeridos para a reestrutura- ção da classe, se ainda seriam mantidos.

E a resposta não poderia ser ainda mais favorável. Dr. Youssef está a par de todas as situações da carreira, reconhece a ausência de novos Escrivães para suprir as necessidades dos cartórios e lutará por todas as classes da polícia civil, mas terá os olhos voltados para o Escrivanato, ferramenta que considera fundamental para o andamento da instituição.

“A minha idéia é dar continuidade ao trabalho do Blazeck, isso não resta à menor dúvida. Temos convicções semelhantes”.

Dr. Youssef comentou que pediu ao Dr. Blazeck, que permanece fazendo parte do Conselho, que continue lhe ajudando para dar andamento em processos que vinha desempenhando muito bem frente a Secretária de Segurança. “Não tem como mudar ou fazer diferente o trabalho que o Blazeck já vinha realizando, isso se chama gestão, e é preciso continuar na mesma reta para motivar o funcionário. Se eu quisesse sentar nesta cadeira e fazer um trabalho que era feito a 20 anos atrás, estava tudo acabado, hoje os tempos são outros, a política outra, e as necessidades mudaram”.

Ao entregar as reivindicações dos Escrivães, Horácio foi surpreendido pelo dinamismo das palavras e ações que o Dr. Youssef expressou durante audiência. “Conte comigo em que precisar. Não vou dizer que irei conseguir todas as reivindicações dos Escrivães, mas vou lutar por tudo que está aqui”, afirmou Dr. Youssef.

Quanto a algumas questões mais urgentes, o Delegado Geral disse ao presidente que as solicitações devem continuar sendo encaminhada a sua chefia de gabinete, ou trazidas por oficio e pessoalmente. “O que for justo, vamos resolver o quanto antes puder”.

Quando questionado sobre o excesso de inquéritos que faz parte da rotina dos Escrivães, Dr. Youssef informou sobre a possibilidade de criar concursos para as carreiras, pelo menos duas vezes ao ano, semelhante ao sistema de vestibular. “Se eu conseguir implantar isso, quem deseja ingressar como Escrivão de Polícia saberá que caso não passe na primeira oportunidade, poderá continuar estudando e tentar novamente no meio daquele mesmo ano, um exemplo. Não como é hoje, que o candidato vai mal e não sabe quando poderá tentar novamente essa oportunidade. Isso fará com que o interessado em ingressar na carreira não desista e, não haja, essa defasagem tão grande que vemos no cenário atual da polícia civil”, relatou.

Chegando ao termino da audiência Horacio Garcia agradeceu a receptividade e ao empenho do Dr. Youssef em atender a Associação. “A nossa conversa foi além das expectativas e sabemos que a nossa instituição está em boas mãos, daremos um respaldo aos nossos associados, mas agora temos a segurança de afirmar que podemos contar com o novo Delegado Geral”, afirmou Horácio.

Dr. Youssef Abou Chahin também demons trou agradecimento ao presidente da AEPESP e enfatizou que a segurança, cordialidade e respeito expressado por Horácio, mostra que a entidade segue forte e com alguem de representatividade em favor dos Escrivães.

Unidades Policiais
Departamento Jurídico
O AEPESP mantém uma série de convênios nas áreas Educacional, Advocacia, Turismo, Saúde, lazer, Parcerias e Serviços em Geral. Confira a diversidade que oferecemos aos nossos associados clicando aqui.
Fale Conosco
Email: aepesp@uol.com.br
Tel/Fax: 11 3229-9014/3228-2160/3326-3913
Endereço: Av. Cásper Líbero, 502, 10º andar - Luz
Cep: 01033-000 - São Paulo/SP.
© 2013 AEPESP - Associação dos Escrivães de Polícia do Estado de São Paulo
Desenvolvimento: Ellos design